Blogger Template by Blogcrowds.

                                                                      20 de outubro de 2009

                                                          





Por Marília Marques

                                                                                        Marília Marques                  


Sabe o que é possuir o abstrato?


É ter uma janela de grades coloniais, tonalidade céu-cor-de-chuva com encaixe perfeito para madrugada calma, assento de madeira sem recosto, bloquinho de papel reciclado e um livro entre as mãos.


Um lugarzinho para olhar os transeuntes de cima; rever os mesmos chapéus desgastados, também os cabelos tingidos que disfarçam a vivência e ainda, se observar atentamente, enxergar aquela fresta nas cabeças que te leva ao mais distante pensamento alheio.

Os humanos passam e não notam a dúvida estampada na janela do 1º andar:

      - Será verdade que numa noite fria de dezembro em 1977, Alberto fez o mesmo que Liesel -
      a ''menina que roubava livros'' - numa livraria na Rua da Ajuda?
                                      (se possui o ''Lunaris'' ¹, confira a pág. 22)

A tua calma, C.R., sempre revela um pouco de você. Corajoso, por que não.... Efetivou em sua juventude uma intensa vontade que eu também compartilho. Mas o seu mundo é ''Lunaris''. Ainda não encontrei o caminho até lá.


                                                                              ...

Sigo arrancando de quem em vê debruçada na janela com o ''Lunaris'' nas mãos, a certeza de que toda experiência traz em si um significado; e que todos esses olhares levarão um grande pedaço de mim.
                                                                         ...
                                                     
Agora que os gatos tomam conta da rua estou perplexa ao avaliar que uma JANELA de grades coloniais e tonalidade céu-cor-de-chuva me fez voltar a escrever.

Bem-vindo(a) a este pretensioso mundo. A chave está pendurada na dispensa. Só não faça barulho ao entrar.


Fecha aspas.''


¹ RIBEIRO, Carlos. Lunaris. Salvador: EPP Publicações e Publicidade, 2007.

6 Comments:

  1. Péricles Diniz said...
    muito charmosas, suas aspas.

    parabéns
    Lorena said...
    Rília, tu arrasa meu bem!

    Possuir o abstrado é apreciar as essências da vida, que só nós sentimos!

    Entrei silenciosamente e deixei minha marca!

    Beijos, te adoro e obrigada por tu-do!
    O Outro Olhar. said...
    Oi, adorei seu blog, muito bom!
    O meu é sobre Cultura e Arte no Recôncavo
    da Bahia.
    Ah, não esqueci de me visitar, ok?
    Te espero!
    Boa sorte...
    Lorena said...
    Aprendeu rápido, hein mãe? rs
    Ficou lindo!
    Beijoooos
    Cristiano Contreiras said...
    Danadinha, muito bom o conceito que anda determinando por aqui! Te adoro!
    Juliana said...
    AMEI A FOTO.
    N CONSIGO COMENTAR ALGO DIFERENTE, A FOTO ROUBOU A ATENÇÃO!

    :D

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial